MATLAB. Introdução para uso

MATLAB é um acrônimo de matrix laboratory e foi uma linguagem de programação criada nos anos de 1970 pelo professor estadunidense Cleve Moler da Universidade do Novo México, EUA. A motivação inicial do professor Moler era que os seus alunos do curso de teoria de matrizes e análise numérica pudessem trabalhar programas de computador sem que precisassem programar em FORTRAN (linguagem de programação bastante usada na época). Em 1984, Cleve Moler se une Jack Little e Steve Bangert e fundaram a Mathworks (http://www.mathworks.com), empresa responsável por desenvolver a linguagem e comercializar o programa MATLAB.

O programa MATLAB tem duas versões anuais e está em grande evolução ainda. A cada nova versão novas funções são adicionadas e, raramente, arquivos de uma versão pode não ser lida corretamente em versões anteriores devido o uso de funções novas presentes apenas nas versões mais recentes.

O programa tem uma interface (Figura 1), cuja aparência depende da versão que se está trabalhando, que apresenta uma série de comandos, mas que no momento de introduzir principiantes ao programa, eu prefiro citar apenas 5 comandos: o Command Window, Command History, Workspace, Current folder e o Help.


Figura 1. Interface do programa MATLAB R2012b. A aparência da interface pode variar entre as versões, mas todas elas trazem a mesma estrutura básica.

O Current folder é o diretório no qual o usuário está trabalhando. As rotinas (programas feitos pelo próprio usuário) normalmente só rodam no diretório onde estão salvas. O Command Window é um editor de códigos. Lá é possível escrever linhas de código para principalmente testar sua execução isolada. No Command Window também pode ser usado para visualizar os valores das variáveis interessadas pelo usuário. Toda variável declarada no Command Window automaticamente é guardada no Workspace do MATLAB. No Workspace o usuário poderá verificar o tipo de dado atribuído à variável assim como o tamanho da mesma. O Command History deixa salvo todos os comandos escritos no Command Window. O usuário poderá clicar sobre as linhas do Command History e aquela linha é imediatamente transferida para o Command Window. Por fim, a interface de entrada do MATLAB traz um ícone do Help. O Help do MATLAB é um capítulo a parte do programa. Ele é altamente útil e na dúvida deve ser usado como principal instrutor para uso do programa. No futuro me comprometo a criar um post exclusivamente para falar do Help do MATLAB.


Referência

MATLAB. Curso Completo, por Claúdio Vieira e Vagner Morais.

MATLAB Para Leigos, por Jim Sizemore e John Mueller.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo