Variáveis II. Estruturadas


Como tu reconheces alguém? Mesmo sem saber a estratégia que usas, eu imagino que devas guardar uma série de características dessa pessoa. Imaginemos uma amiga imaginária, chamada Helena. A Helena deve ter uma idade, peso, altura, nome completo, escolas onde já estudou e uma série de outras características que tu poderias usar para descrevê-la. Agora imagine que tu queres guardar as informações de tua amiga no programa que pretendes fazer no MATLAB. Como já estudamos variáveis numéricas e de caracteres, tu poderias imediatamente pensar que facilmente atribuirias valores às várias características da Helena como mostrado no exemplo abaixo:


Exemplo 1.

Helena_idade = 26;

Helena_peso = 74;

Helena_altura = 1.64;

Helena_nome = ‘Helena de Troia’;

Helena_escolas = {‘Escola Placido Aristoteles’; ‘Colegio Salesiano da Carmo’};

Assim, teu programa teria pelo menos as 5 variáveis que queres relacionar com a amiga Helena. O problema de fazeres isso é que as informações de sua amiga irão justamente ficar separadas em cinco variáveis, quando idealmente todas as informações da Helena deveriam ficar guardadas em uma só variável, assim como a Helena (imaginária) é uma entidade única com suas próprias características. É para isso que ser as variáveis estruturais. Nelas o programador poderá atribuir valores para subunidades de uma variável. Veja o exemplo a seguir para entender melhor.

Exemplo 2.

Helena.idade = 26;

Helena.peso = 74;

Helena.altura = 1.64;

Helena.nome = ‘Helena de Troia’;

Helena.escolas = {‘Escola Placido Aristoteles’; ‘Colegio Salesiano da Carmo’};

Alguém pode dizer que houve apenas a substituição do sublinhado pelo ponto entre a Helena e seus atributos. Isso é apenas impressão. No Exemplo 2 atribuímos os valores dentro de apenas uma variável, chamada Helena. A variável Helena é do tipo estruturado e ela tem várias subunidades (idade, peso, altura, ...) onde foi possível atribuir valores para cada uma delas. Assim, sempre que o usuário quiser buscar informações da Helena, não será necessário buscar os valores de 5 ou mais variáveis relacionadas (Helena_nome, Helena_peso, Helena_altura, ...) à Helena, mas deverá apenas buscar a variável estruturada Helena na qual estão guardados os valores de todas as suas subunidades.

Trabalhar com essas variáveis é de grande utilidade quando se usa um número muito grande de variáveis que estão relacionadas.


Referência

MATLAB. Curso Completo, por Claúdio Vieira e Vagner Morais.

MATLAB Para Leigos, por Jim Sizemore e John Mueller.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo